churros

Churros

PARTILHAR :

Share on facebook
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on email

IR PARA :

Churros são sinónimo de confort food! Acabadinhos de fritar, crocantes por fora, mas macios por dentro, polvilhados com açúcar e canela, com ou sem recheio são garantia dum delicioso lanche e o melhor de tudo, é que é quase garantido que em casa temos tudo o que é preciso para os fazer. Aprende aqui como fazer a nossa maravilhosa e muito fácil, receita de churros caseiros.  

churros

Churros: um pouco de história

Se só tivesse duas linhas para vos contar a origem dos churros, teria de escrever que são espanhóis e que tradicionalmente se comem ao pequeno almoço ou como lanche, acompanhados de chocolate quente. Felizmente tenho mais de duas linhas e posso contar-vos o que sei  😁 

Como muitos outros doces e sobremesas, também os churros têm mais que uma versão ou teoria quanto à sua origem.

Uma delas e talvez a mais antiga, conta que os churros têm origem em Portugal e que resultaram da adaptação duma receita tradicional chinesa, os Youtiao, trazida pelos navegadores portugueses aquando das explorações marítimas pelo oriente e das rotas comerciais entre Portugal e a China e que de alguma forma foi passada aos nosso vizinhos espanhóis.  

Uma outra teoria conta que os churros têm origem nas montanhas frias de Espanha pelas mãos dos pastores de ovelhas Churra, que lá no alto da montanha e sem acesso a pão fresco, fritavam na fogueira pequenos rolos de massa feitos com farinha, água e sal (tal como o pão) e que depois de fritos ficavam com um formato muito idêntico aos cornos das ovelhas que pastavam, e daí o nome.

Ora tamanha delícia, desceu das montanhas e chegou às aldeias onde deixou de ser uma forma remediada de comer um produto fresco, no caso frito, para passar a ser um produto quase nobre a ponto de ir com os exploradores à conquista da América Latina de onde chegou o açúcar, com que se viria a polvilhar este nobre produto passando assim a ser doce, e o chocolate, com que passou a ser tradição acompanhar.

Se os colonizadores espanhóis trouxeram o açúcar e o chocolate, deixaram na América Latina a receita dos churros, que cada país adaptou aos seus costumes, gostos e sabores o que deu origem a churros recheados com dolce de leche, goiabada, brigadeiro e até salgados e muito comuns no Brasil, Uruguai ou Argentina. Como a criatividade humana é um bem sem fim, hoje há churros de todos os sabores, e descoberta a forma de rechear, é só escolher o que colocar lá dentro. Por cá, e entenda-se Portugal e Espanha, continuamos a preferi-los sem recheio e são esses que vamos hoje fazer.  

churros

Massa de Churros

A massa de churros que vamos hoje confeccionar é bem simples e não requer máquina própria, iremos utilizar um saco de pasteleiro com boquilha frisada, o que para uma versão caseira resulta na perfeição.

Esta é uma massa tipo massa choux, ou seja, é uma mistura de água, manteiga e farinha que é cozida no tacho, são depois adicionados ovos e é cozida novamente no forno, mas que neste caso é frita. Há muitas receitas, com diferentes proporções entre a quantidade de água e de farinha que tanto pode ser 1.1 (igual quantidade de farinha e água) ou 1:2 (uma parte de farinha para duas de água) e não posso dizer que uma seja melhor que outra porque depende da forma de como preferirmos os nossos churros.

Por aqui vamos usar uma quantidade de água que é superior à farinha, e numa nota adicional vou mencionar que os ovos são líquidos também e devem ser tidos em consideração para o que vos vou dizer de seguida 😉 , o que resulta num churro mais arejado e crocante contrariamente a um churro confeccionado com porções iguais de água e farinha o que resulta num churro com um interior mais denso e por isso menos crocante. Agora que já sabes o resultado da escolha da receita, é só optares pela textura e densidade que mais gostares pois o método é igual para ambas as receitas.

Assim e sem mais demora, vamos lá aquecer o óleo para fazermos churros! Esses fritos deliciosos que encontramos em todas as festas e romarias, que vamos confeccionar de forma caseira, sem que seja necessário qualquer tipo de equipamento especial, conseguindo um resultado leve, mas crocante, que se pode comer simples ou acompanhado dum guloso chocolate quente.  

Video: Churros

Reproduzir vídeo

Receita de Churros

Preparação:

5 minutos

Rendimento:

24 a 28 churros

pronto em:

45m

Ingredientes:
  • 250ml água
  • 90gr manteiga
  • 25gr açúcar
  • 4gr sal (1/2 colher chá)
  • 150gr farinha
  • 2 ovos
  • óleo q.b para fritar (+/- 2l)
  • açúcar e canela q.b. para polvilhar

 

Vais precisar de:

  • saco de pasteleiro
  • boquilha frisada/estrela (utilizei 1M da Wilton)

Como Fazer:

  1. Num tacho colocar a água, manteiga(*1), açúcar e sal e levar a ferver. 
  2. Assim que ferver retirar do lume e adicionar a farinha toda duma vez, mexendo de imediato até formar uma bola.
  3. Levar novamente a lume brande e deixar cozer 1 a 2 minutos para que a massa seque um pouco. (*2)
  4. Passar para uma taça, ou cuba da batedeira e deixar arrefecer um pouco.
  5. Colocar o óleo a aquecer. Deve atingir os 160/170ºc.
  6. Adicionar os ovos, 1 a 1, deixando incorporar bem entre adições, mas sem incorporar muito ar. (este passo pode fazer-se na batedeira, ou manualmente)
  7. Colocar em saco de pasteleiro, com boquilha frisada.
  8. Quando o óleo atingir a temperatura, máximo 170ºc, colocar pequenas tiras de massa e fritar de um lado e do outro, até que fiquem com uma cor dourada. Para fazer as tiras deve fazer pressão no saco de pasteleiro e cortar com a tesoura bem na ponta da boquilha. (*3)
  9. Deixar escorrer um pouco e aplicar o açúcar e canela quando ainda estão quentes, ou não agarra. 

Notas:

  • A massa dos churros pode fazer-se de avanço e congelar. Tende-se sobre papel vegetal ou tela silpat e congelam-se num tabuleiro para que mantenham a forma. Depois de congelados, podem retirar-se do tabuleiro e guardar-se num saco bem fechado. Fritam-se como qualquer outro produto congelado.
  • (*1) caso a manteiga esteja muito fria, deve derreter-se, sem ferver, primeiro e só depois adicionar a água e restantes ingredientes.
  • (*2) Este passo é importante. A massa deve ficar sequinha, ou quando se colocarem os churros, a massa tendida, na frigideira eles tendem a rebentar pois têm ainda uma grande concentração de água que não se consegue evaporar na totalidade, gerando esse rebentamento. Ovos em excesso na massa, são também causa desse rebentamento. 
  • (*3) o número de churros a fritar ao mesmo tempo, depende do tamanho da frigideira e da quantidade de óleo. Costumo utilizar 2L de óleo numa frigideira com cerca de 25cm de diâmetro e frito 4 de cada vez para que o óleo não arrefeça muito e para ter espaço entre eles. 

Quando confeccionares esta receita,
partilha connosco o resultado 😍
Para podermos ver, identifica-nos:

@pastelaria.online no INSTAGRAM
@escola.pastelaria no FACEBOOK

Beijinho doce e Bons Bolos 

Encontra aqui as nossas receitas de sobremesas sem forno. Simples e rápidas, mas igualmente saborosas: Sobremesas sem forno

Referências:

Wikipédia: Youtiao 

Youtiao tradicional: Receita (em inglês)

Quinta das Manas: Ovelha Churra

HuffPost: Churros: The Hidden History

Receitas no teu email?

Subscreve a nossa newsletter e recebe todas as novidades quando ainda estão quentinhas.

Ocorreu um erro ao realizar a tua inscrição, por favor tenta novamente.
A tua assinatura foi realizada com sucesso.


Aceita a utilização de cookies e concorda com a política de privacidade deste site?