Bolo de Iogurte Grego

Bolo de Iogurte Grego

PARTILHAR :

Share on facebook
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on email

IR PARA :

Se há bolo livre de “culpa” é o Bolo de Iogurte! Este é aquele bolo que nos é apresentado na infância, que depois nos acompanha para todo lado e arrisco-me a dizer que é o primeiro bolo que fazemos e dos primeiros a entrar em qualquer novo caderno de receitas. O Bolo de Iogurte Grego que hoje partilho convosco é uma versão diferente da tradicional e nasceu da minha paixão por iogurte grego de citrinos. 

Bolo de Iogurte

Bolo de Iogurte

Tradicionalmente o bolo de iogurte faz-se utilizando a mesma medida de iogurte em óleo, duas de açúcar e três de farinha. Mais simples que isto não há! Resulta sempre e bem e foi isto que me fez querer uma versão de bolo de iogurte grego. 

O iogurte grego difere do iogurte tradicional em alguns aspectos, o primeiro a saltar à vista é a textura e densidade que este iogurte tem e que resulta da remoção do soro do leite aquando do fabrico, é um iogurte mais gordo, com mais proteína e o meu preferido.

Há alguns anos atrás existia no mercado um iogurte de citrinos, laranja, limão e tangerina, que eu adorava e foi com base nele que criei este bolo para o livro Meses Doces da Carina Costa, minha colega e amiga dos tempos em que trabalhei no Istofaz-Se. Nessa altura, estava numa fase em que preferia bolos de manteiga a óleo, acho que ainda continuo a preferir, mas a verdade é que passamos por fases em que nos apetece mais umas coisas que outras e nessa altura a minha escolha era definitivamente bolos com manteiga. 

Assim e de copo de iogurte numa mão e com a certeza que queria o bolo com manteiga, parti para a descoberta, chegando a este bolo de iogurte grego que continua a ser um dos meus bolos rápidos preferidos. Regra geral, iogurte grego, manteiga, farinha, açúcar e ovos habitam cá em casa e este é aquele bolinho que num instante se faz e a todos satisfaz. 

Entretanto, deixei de conseguir comprar o iogurte que serviu de inspiração a este bolo, o tal iogurte grego de citrinos, o que me levou a uma pesquisa por molhos ou curds, que chegassem perto deste sabor, para assim o conseguir voltar a ter aos pequenos almoços. Depois de algumas tentativas falhadas, achei os curds vegan, li o que consegui sobre eles para perceber o que faz cada ingrediente, testei uma vez, afinei outra e consegui recriar o sabor sem ter o ovo e a gordura. 

Se tiver curd feito quando faço este bolo de iogurte grego, utilizo-o, caso contrário aromatizo com laranja, limão ou baunilha (em casa só gastamos iogurte grego natural sem açúcar) e gosto de todas as versões. Talvez tenha uma preferênciazinha pela adição do curd, mas talvez isso se deva ao facto de ter sido esse sabor que me fez querer fazer este bolo. Se o iogurte grego for de aroma, não precisa de nada mais e o resultado terá o sabor do iogurte utilizado.

Se também quiseres fazer este curd, ensino como faze-lo como um extra, no final do vídeo e podes utiliza-lo nos iogurtes, como recheio ou acompanhamento no pão, ou bolachas 😉

O melhor Bolo de Iogurte 

É para nós este! É fofo e húmido, mas ao mesmo tempo com estrutura, o que permite escolher as mais diversas formas e formatos e até cobrir com pasta de açúcar ou buttercream. Podemos escolher o iogurte grego do sabor que mais gostarmos, ou fazê-lo com iogurte grego natural e aromatizar. É fácil e rápido de confeccionar e o sucesso, esse é garantido.  

Video: Bolo de Iogurte Grego

Reproduzir vídeo

Receita de Bolo de Iogurte Grego

Preparação:

5 minutos

Rendimento:

16 fatias

pronto em:

50m

Ingredientes:
  • 125gr iogurte grego
  • 85gr manteiga
  • 200gr açúcar
  • 180gr farinha T55
  • 8gr fermento em pó
  • 4 ovos
  • aroma a gosto (raspa laranja, raspa limão, baunilha…) Utilizei curd de citrinos sem ovo 40/50gr

 

Para Curd de Citrinos sem ovo:

  • 15gr de amido de milho (maizena)
  • 150gr de açúcar
  • 70ml sumo laranja (1 un) 
  • 30ml sumo limão (1/2 un)
  • 20ml sumo lima (1/2 un)
  • 60ml água
  • 100ml natas
  • raspa de 1 laranja 
  • raspa de 1 limão

Como Fazer:

  1. Ligar o forno a 170ºC e untar uma forma de 20cm de diâmetro.
  2. Bater a manteiga amolecida com o açúcar em velocidade média, com a raquete, até que fique cremoso.
  3. Adicionar as gemas, uma a uma, deixando incorporar entre cada adição.
  4. Adicionar agora o iogurte e o aroma escolhido (curd, raspa de limão, laranja…)
  5. Entretanto, peneirar a farinha juntamente com o fermento em pó.
  6. Bater as claras em castelo.
  7. Envolver ao batido das gemas, a farinha com fermento peneirada e as claras em castelo, alternadamente e com suavidade.
  8. Colocar na forma e levar a cozer a 170ºC durante aproximadamente 40/45m ou até o palito sair limpo.
  9. Depois de cozido, esperar 5 minutos, antes de desenformar sobre a grade de arrefecimento.
  10. Como sugestão de acabamento, pode polvilhar-se com açúcar em pó.

Curd de Citrinos sem Ovo 

  1. Colocar num pequeno tacho, o açúcar e amido e misturar bem. 
  2. Adicionar o sumo dos citrinos, as natas, água, a raspa do limão e laranja e misturar.
  3. Levar a lume brando até engrossar, mexendo sempre.
  4. Coar para um recipiente que possa fechar hermeticamente, deixar arrefecer por completo e guardar. Pode utilizar-se como recheio, ou acompanhamento no pão, iogurte ou sobremesas. Para uma cor mais amarela, adicionar 1 pitada cúrcuma e para que fique mais cremoso adicionar 1 a 2 colheres de chá de manteiga ou creme vegetal. (as natas animais podem ser substituídas por natas vegetais) 

Quando confeccionares esta receita,
partilha connosco o resultado 😍
Para podermos ver, identifica-nos:

@pastelaria.online no INSTAGRAM
@escola.pastelaria no FACEBOOK

Beijinho doce e Bons Bolos 🧁

Receitas no teu email?

Subscreve a nossa newsletter e recebe todas as novidades quando ainda estão quentinhas.

Ocorreu um erro ao realizar a tua inscrição, por favor tenta novamente.
A tua assinatura foi realizada com sucesso.


Aceita a utilização de cookies e concorda com a política de privacidade deste site?