Madalenas Vegan

Madalenas Vegan

PARTILHAR :

Share on facebook
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on email

IR PARA :

Madalenas Vegan numa adaptação ao tradicional financier aqui sem qualquer proteína animal mas com a suavidade e perfil de sabor que os caracteriza tão bem. Uma excelente opção para um snack ligeiro ou para um lanche servidos ainda mornos com um chá ou café. 

Madalena vs Financier

Afinal o que é uma Madalena e o que é um Financier? Ambos são bolinhos pequeninos, deliciosos mas com características diferentes entre sim.

Madalena o que é?

As Madalenas são pequenos bolinhos com um formato muito especifico em forma de concha e confeccionados com ovo inteiro, farinha e adição de fermento em pó.

Financier o que é?

Os Financiers tradicionalmente eram confeccionados com amêndoa moída finamente, beurre noisette (manteiga queimada), açúcar em pó, farinha e claras mas hoje em dia podemos encontra-los com frutos secos, frutas frescas ou secas e desidratadas e se originalmente eram confeccionados numa pequena forma que se assemelhava a uma barra de ouro, actualmente comercializam-se nos mais diversos formatos. 

Podes ler mais sobre a história do Financier neste artigo que escrevi aqui para o blogue quando partilhei a receita em versão xxl: Financier XXL

Madalenas Veganas

Esta é uma receita sem proteína animal, adaptada dos tradicionais Financiers e confeccionada numa forma de Madalenas, como não há a questão do ovo para lhe dar uma definição correcta do nome, ganhou o formato utilizado e Madalenas ficaram!

E é este híbrido entre o Financier e a Madalena que hoje partilho convosco. Uma receita leve, rápida e muito saborosa e, claro, sem qualquer proteína animal. 💚

Se quiseres descobrir mais sobre pastelaria Vegan, explora o nosso curso Uma festa Vegan

Video: Madalenas Vegan

Reproduzir vídeo

Descobre o curso: Uma festa Vegan

O Curso Uma Festa Vegan é uma proposta de mesa doce com 5 receitas, que funcionam, sem qualquer tipo de proteína animal.

Ao longo das cinco aulas irás aprender passo a passo como confeccionar correctamente cada uma destas receitas Vegan com a Chef Sónia Azoia a guiar-te a cada passo, desde a receita mais simples à mais complexa, no final do curso terás aprendido o que deves fazer e utilizar em cada receita para que resultem na perfeição.

Receita de Madalenas Vegan

Preparação:

10 minutos

Rendimento:

9 a 12 Madalenas * (quantidade pode variar conforme tamanho de forma escolhido)

pronto em:

1h

Ingredientes:
  • 120gr aquafaba (água de cozer o grão)
  • 200gr farinha de amêndoa
  • 65gr farinha T55 sem fermento
  • 155gr açúcar em pó
  • 1 colher de chá de pasta de baunilha (opcional)
  • 100gr gordura vegetal ou manteiga vegan + um pouco para untar as formas
  • 80gr amoras 

Como Fazer:

  1. Untar a forma com duas generosas camadas de manteiga vegan ou creme vegetal, polvilhar generosamente com farinha, retirar o excesso e reservar.
  2. Ligar o forno a 190ºC com ventilação.
  3. Derreter, sem deixar ferver, a manteiga vegan ou creme vegetal e reservar.
  4. Numa taça colocar a aquafaba ou água de cozer o grão e bater até que fique em espuma.
  5. Adicionar a farinha de amêndoa, farinha t55 sem fermento, o açúcar em pó e a pasta de baunilha e misturar bem com umas varas ou fouet. 
  6. Adicionar a manteiga vegan ou creme vegetal derretido e misturar.
  7. Adicionar as amoras e envolver.
  8. Colocar nas formas e levar a cozer entre 25 a 30 minutos.
  9. Depois de cozidas, deixar arrefecer 10 minutos e só depois desenformar.

Notas:

  • A gordura vegetal que utilizei nesta receita foi a Alpro Soya da embalagem azul. É um creme vegetal de barrar mas perfeito para esta receita pois utiliza-se derretido.
  • É importante untar duas vezes a forma com manteiga vegan ou creme vegetal e polvilhar com farinha generosamente para que as madalenas desenformem sem partir. 
  • A utilização da pasta de baunilha é facultativa, no entanto a utilização de essências ou aromas artificiais é desaconselhada.
  • Em alternativa ao açúcar em pó nesta receita pode utilizar-se açúcar fino, a diferença no resultado final é que a receita com açúcar fino fica com uma consistência ligeiramente mais densa.
  • Para que esta receita desenforme de forma perfeita, recomendo que não se deixe passar muito dos 10 minutos de espera e que a forma ainda esteja morna ao desenformar, caso contrário pode voltar a agarrar e partir.
  • Estes são bolinhos  “do dia” e devem ser consumidos até 3 dias. 

Quando confeccionares esta receita,
partilha connosco o resultado 😍
Para podermos ver, identifica-nos:

@pastelaria.online no INSTAGRAM
@escola.pastelaria no FACEBOOK

Beijinho doce e Bons Bolos 🧁

Referências:

Wikipédia Bolo Financier 

The New York Times Um pouco da História do Financier

Receitas no teu email?

Subscreve a nossa newsletter e recebe todas as novidades quando ainda estão quentinhas.

Ocorreu um erro ao realizar a tua inscrição, por favor tenta novamente.
A tua assinatura foi realizada com sucesso.


Aceita a utilização de cookies e concorda com a política de privacidade deste site?