aprender pastelaria

O que precisamos saber para fazer um bolo perfeito

PARTILHAR :

Share on facebook
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on email

O que precisamos saber para fazer um bolo perfeito? Fazer bolos é uma ciência e um pouco ao contrário da cozinha em que se vão adicionando ingredientes até se chegar ao equilíbrio e tempero certo, a Pastelaria é uma arte que exige um pouco mais de regra, pede quantidades exactas e temperaturas acertadas para resultados perfeitos e saber O que precisamos saber para fazer um bolo perfeito, os tipos de massas de bolos bem como as técnicas para mistura de bolos, dá-nos as ferramentas necessárias bem como a confiança para criar bolos maravilhosos.  

Como fazer um bom bolo?

O que precisamos saber para fazer um bolo perfeito ou como fazer um bom bolo é um desafio! É um desafio doce, mas é um desafio! Conhecer os tipos de massas de bolos, as diferentes técnicas para mistura de bolos, quando tirar o bolo do forno, quais as melhores massas, quais os melhores recheios, que massas e que recheios combinam melhor, são tudo questões que se levantam na hora de ir para a cozinha fazer bolos.

Enquanto pasteleira com quase 20 anos de carreira, acredito e defendo que na pastelaria não há verdades absolutas (é este pensamento que permite a criação daquilo que até esse momento era considerado impossível) e com isto quero dizer que há muitas formas de fazer a mesma coisa. O que resulta para uns, resulta de forma diferente para outros e a magia desta arte está no conseguir entender o método que escolhi trabalhar e respeitar as regras que permitem que o resultado seja perfeito e com isso saber interpretar uma receita quando a leio e ser livre para criar as minhas próprias receitas.

Fazer um bom bolo é efectivamente, simples! É “só” preciso saber qual a finalidade desse bolo: se simples, sem recheio para o lanche das 5, ou se de camadas, com densidade suficiente para aguentar andares e uma decoração, se por outro lado servirá de base para um entremet e isto só para nomear algumas das muitas possibilidades que tem uma confecção.

Partindo daqui importa então saber: o que quero? e para que fim? Isto leva-me directamente aos diferentes tipos de massa de bolos que por sua vez me levam directamente ao método ou técnica de pastelaria que devo respeitar para que no final tenha um bolo perfeito.    

Massas de Bolos: Conhece os 5 métodos mais utilizados na pastelaria

Existem diversos métodos de confeccionar bolos, com resultados bem distintos entre si, mas todos partilham o mesmo objectivo: O Bolo Perfeito! 

Neste artigo vou partilhar contigo o que considero serem os 5 métodos mais comuns de confeccionar bolos:

Cada um destes métodos de fazer bolos é definido pela proporção de ingredientes utilizados nas receitas e sobretudo pelo método de confecção. O que entra primeiro, em que estado entra e como é trabalhado definem o sucesso do bolo, sem esquecer além da técnica ou método as medidas ou pesos que devem ser exactos e um correcto controlo de temperatura.  

Vamos então aprender a fazer bolos perfeitos, percebendo e cumprindo as regras de cada método:

Método Batido | Espumoso | Foaming Method | Whisking Method

Os bolos pelo Método Batido ou espumoso são bolos que crescem pela incorporação de ar. Os ovos são batidos com o açúcar até que a mistura fique bem volumosa e esbranquiçada, nesta fase incorporam-se os ingredientes secos com muita suavidade para que não se perca o ar que dá a estrutura a este tipo de bolos.

Estes são bolos muito leves e fofos que, quando simples, devem ser consumidos num curto espaço de tempo pois como não têm nenhuma ou muito pouca gordura secam muito rapidamente. Quando recheados, devem ser refrigerados e consumidos dentro do tempo que os recheios e coberturas permitam.

Estes são alguns exemplos de bolos pelo Método Batido e se seguires este link: Método  Batido encontrarás as nossas receitas publicadas seguindo estas dicas para fazer bolos perfeitos.

Método Tudo Junto | All-in-one ou Muffin Method | Bolo de Liquidificador

Os bolos pelo Método Tudo Junto ou Bolos de Liquidificador são talvez os mais fáceis de fazer! E nossos amigos, uma vez que não requerem grande equipamento e uma ou duas taças.

Os ingredientes devem de estar à temperatura ambiente e medidos com rigor, depois é só juntar tudo, excepto a farinha que entra (por norma) no fim e segundos depois estão prontos para ir para o forno. 

Estas massas de bolos precisam de fermento para crescer sendo aqui fundamental ter um fermento fresco. 

Estes são alguns exemplos de bolos pelo Método Tudo Junto e se seguires este link: Método Tudo Junto  encontrarás as nossas receitas publicadas seguindo estas dicas para fazer bolos perfeitos.

Método Sablage (sable/areia) ou Areia | Rubbing in | Sanding Method

Método Sablage é bem simples e resulta em bolos que confortam. Este método pede que se trabalhe a manteiga com a farinha entre a ponta dos dedos de forma a que resulte numa massa areada, que quase parece areia e só depois se adicionam os restantes ingredientes. Ao adicionar os líquidos devemos trabalha-la só até tudo fique envolvido para que não se torne densa ou massuda.   

Exemplos de bolos pelo Método Sablage são os crumbles, massa quebrada ou os scones. Se seguires este link: Método Sablage encontrarás as nossas receitas publicadas seguindo estas dicas para fazer bolos perfeitos.

Método Aquecido | Que se derretem | Melting Method

Método Aquecido é outro dos métodos muito fáceis pois é só derreter ingredientes como a manteiga ou chocolate, adicionar os ovos e ingredientes secos, envolver e está pronto.

Estes são bolos mais densos pois não há qualquer incorporação de ar ou batimento neste tipo de preparação e também por esse motivo é necessária a adição de fermento ou bicarbonato e muito cuidado para não bater o bolo em demasia ou ficará seco e denso. É só envolver!

Estes são alguns exemplos de bolos pelo Método Aquecido e se seguires este link: Método Aquecido encontrarás as nossas receitas publicadas seguindo estas dicas para fazer bolos perfeitos.

Método Cremoso | Creaming Method

Os Bolos pelo Método Cremoso são bolos que pedem medidas e quantidades exactas e ingredientes à temperatura ambiente, sendo uma massa de bolo que deve ser bem batida a cada adição de novo ingrediente de forma a ficar cremosa durante todo o processo. 

Estes são bolos que, regra geral, começam por bater a manteiga com o açúcar até bem cremoso, processo que pode levar até 10 minutos mas que é necessário para que seja incorporado ar e a massa cresça, fique com uma textura suave e uma fatia de corte limpo.

Os ovos devem ser adicionados pouco a pouco e incorporados completamente antes de nova adição e só no final envolver a farinha e fermento.

Estes são alguns exemplos de bolos pelo Método Cremoso e se seguires este link: Método Cremoso encontrarás as nossas receitas publicadas seguindo estas dicas para fazer bolos perfeitos.

Aprender a fazer bolos

Perceber o processo de cada bolo é a melhor dica para fazer bolos perfeitos que vos posso dar 💙  Muitas vezes é intuitivo, o que acho maravilhoso pois isso é deixar o nosso “sentir” fazer todo o trabalho, mas quando algo não corre bem, saber este processo dá-nos quase sempre a resposta.

Se tiveres alguma dúvida, deixa-a neste formulário: Pastelaria Sem Dúvidas que responderei o mais rápido que conseguir.

Beijinho Doce e Bons Bolos 🧁

Quando confeccionares esta receita,
partilha connosco o resultado 😍
Para podermos ver, identifica-nos:

@pastelaria.online no INSTAGRAM
@escola.pastelaria no FACEBOOK

Beijinho doce e Bons Bolos 🧁

Sabe Mais:

5 Métodos de Fazer Bolos: Cake making methods
  

Receitas no teu email?

Subscreve a nossa newsletter e recebe todas as novidades quando ainda estão quentinhas.

Ocorreu um erro ao realizar a tua inscrição, por favor tenta novamente.
A tua assinatura foi realizada com sucesso.


Aceita a utilização de cookies e concorda com a política de privacidade deste site?